Drª. Marta Carriço

Artigo de opinião: Nutrição

   A nutrição tem vindo a demarcar-se como uma área sólida nos cuidados de saúde sendo considerada por clínicos, pacientes e familiares como uma área complementar e fundamental.

 Neste sentido, a nutrição integra-se num contexto interdisciplinar com vista a contribuir para um melhor estado nutricional dos indivíduos, quer numa perspetiva de cuidados de saúde primários, como secundários e terciários.

  Desta forma, as ciências da nutrição e a indústria farmacêutica têm vindo a caminhar no mesmo sentido ao longo dos anos, pelo interesse comum em abranger e integrar sectores relacionados com as ciências da saúde e a promoção de uma melhor qualidade de vida.

  Desta simbiose, surge a “Medical Nutrition” (Nutrição Médica) que é considerada por alguns especialistas como a convergência entre a indústria farmacêutica e a indústria alimentar. Esta complementaridade de sectores resulta na formulação de produtos nutricionais específicos.

  Os produtos encontram-se em constante aperfeiçoamento de forma a integrarem intervenções nutricionais e clínicas, baseadas na mais recente evidência. Estes desempenham um papel fundamental na minimização do impacto de sintomas e complicações clínicas associados à patologia (p.e. anorexia, disfagia, saciedade precoce, complicações do trato-gastrointestinal, entre outros), mas também na melhoria do prognóstico clínico relacionado com um melhor estado nutricional do indivíduo.

  Atualmente, como resultado de anos de investigação, a indústria faculta um vasto leque de produtos que contribuem para uma intervenção nutricional personalizada e adaptada. Nomeadamente, produtos de nutrição entérica (tais, como suplementos nutricionais orais, modulares de nutrientes, nutrição adaptada – textura e consistência, nutrição por sonda, nutrição pediátrica e outros) e nutrição parentérica, com distintas composições nutricionais.

 O farmacêutico integra e complementa a pluridisciplinaridade das ciências da nutrição, através do reforço do aconselhamento sobre produto e sua posologia. Adicionalmente, poderá contribuir na divulgação de produtos nutricionais e evidência associada junto dos profissionais no terreno, bem como identificar oportunidades de melhoria e contribuir no desenvolvimento dos mesmos.

    Numa perspetiva do profissional de nutrição, em contexto oncológico, claramente se destaca o papel da indústria farmacêutica e alimentar no desenvolvimento de produtos determinantes na melhoria da qualidade de vida dos doentes, suprindo défices nutricionais, que acarretam um impacto nefasto e significativo no seu prognóstico.

Marta Carriço (1805NE)

Equipa de Nutrição do Centro Clínico Champalimaud

Comments

comments