“Oh menina, é um penso macaco, sff…!”

Quem nunca ouviu pedir um “Penso Macaco” ao balcão de uma farmácia, não conhece os desafios incríveis deste mundo louco dos boticários!

A farmácia continua a ser, na aldeia ou na cidade (sim, porque as cidades não são mais do que um conjunto de pequenas aldeias encaixadas na mesma rua), o ponto de encontro de muitas vidas, segredos confessados, desabafos sofridos, alegrias partilhadas.

E por que nos procuram as pessoas? Porque confiam em nós. Porque nos reconhecem como especialistas. Porque sabem que temos sempre uma boa resposta para lhes dar, os conselhos certos e os sorrisos amáveis para oferecer. Porque nós percebemos do ofício e “descobrimos” sempre tudo. Até quais são os comprimidos brancos da caixa amarela para a tensão, que afinal são azuis, vêm numa caixa verde e são para o colesterol!

Podiam resolver sozinhos, ouvir outras opiniões, procurar outros locais. Mas escolhem “a minha farmácia”, como eles próprios dizem.

O que é que esta história tem a ver com a TIMU?

Entregar a tarefa de formação profissional, a valorização do nosso capital humano, a quem sabe o que faz, sabe fazer bem, está atualizado sobre o que se passa no mundo da farmácia, do Coaching, da PNL, e está disponível e preparado para dar as soluções adequadas a cada cliente, garantindo resultados práticos e mensuráveis, é a escolha certa a fazer.

Por que nos fidelizamos a uma farmácia? Muito simples. Porque confiamos. E quando lá entramos sabemos que estamos bem entregues! É também por isso que escolhendo a TIMU sabe que está em boas mãos. É possível entrar numa nova dimensão e a TIMU pode ajudar.

Ah! O “penso macaco”, já descobriu o que é?

– “Oh Sr. Correia, Penso Macaco!?!… … não será um Emplastro Leão? …

– É isso mesmo, Menina! Enganei-me no animal! O que vale é que vocês sabem sempre tudo!”

– Dra. Leonor Couras e Eng. Helena Couras

Evolução da Farmácia Comunitária

As Farmácias portuguesas sempre foram capazes de enfrentar problemas e construir soluções. Uma Farmácia cada vez mais integrada no sistema de saúde é uma Farmácia que melhor defenderá os doentes e a própria rede. A prestação de mais serviços à comunidade, de mais serviços Farmacêuticos e de mais serviços de saúde e bem-estar, bem como de novas áreas de intervenção, novas formas de acesso aos medicamentos e de cooperação interprofissional, são o caminho da sustentabilidade para o futuro. Acredito por isso, numa Farmácia mais diferenciada e mais atractiva para as pessoas, com mais serviços, mais produtos, com uma nova relação de conveniência com os consumidores.

Assistimos a um alargamento dos serviços de saúde prestados pelas Farmácias, numa lógica de integração e complementaridade com outros profissionais de saúde, assente na criação de valor e crescimento sustentável.

Hoje, mais do que nunca, o Farmacêutico tem um leque de oportunidades de desenvolvimento profissional em Farmácia Comunitária. As intervenções e projectos profissionais desenvolvidos têm posicionado a Farmácia como uma unidade de cuidados de saúde com características diferenciadoras. O Novo Modelo de Farmácia Comunitária apresenta vários desafios, que passam por atribuir mais poder ao utente, ter novos serviços e produtos, dispensar produtos hospitalares, dispor de infraestrutura tecnológica de apoio à intervenção profissional e articulação com os outros profissionais de saúde. Reforçar a relação com outras estruturas dos cuidados de saúde primários.

Neste âmbito são várias as intervenções Farmacêuticas que as Farmácias de Oficina têm vindo a desenvolver, algumas em articulação com o Sistema de Saúde, das quais destacamos:

A administração de Vacinas. Iniciou-se há dez anos atrás, e desde então, as Farmácias têm garantido a imunização dos portugueses. As Farmácias foram recentemente reconhecidas internacionalmente, pela FIP, como “Bom Exemplo”, tendo sido distinguidas pela confiança, proximidade, conveniência e rapidez.

O envolvimento das Farmácia no programa de Troca de Seringas, embora conte já mais de 23 anos, permite cada vez mais o alargamento do serviço com melhoria nos padrões de equidade e evita novos casos de infeção por HIV e HCV.
Recentemente iniciou-se um trabalho integrado entre as Farmácias e as Unidades de Saúde Familiar (USF’s), de forma a melhorar a qualidade dos cuidados de saúde oferecidos aos utentes, através da dinamização de modelos colaborativos interprofissionais.

Em Fevereiro de 2017, assinou-se um acordo tripartido, que envolve não só as Farmácias mas também o Ministério da Saúde e das Finanças. Este acordo prevê um novo quadro de referência para a intervenção das Farmácias no âmbito da política de Saúde e do reforço do SNS. Este acordo abre a possibilidade de avaliação da intervenção das Farmácias em áreas como a Diabetes, a Vacinação contra a gripe, ou no reforço da adesão e gestão da terapêutica.

O sector da Saúde em Portugal apresenta vários desafios, as Farmácias enquanto centros de prevenção, detecção precoce, tratamento e inovação, deverão assumir e diferenciar o seu papel no Sistema de Saúde, reforçando a sua ligação com os diferentes intervenientes e agentes do sistema, orientando sempre a sua actividade em prol das necessidades do utente. É assente nestas características que as Farmácias Portuguesas trabalham diariamente, focadas na missão de fazer das Farmácias a rede de cuidados de saúde primários mais valorizada pelos portugueses.

A rede de Farmácias evoluiu muito e dispõe de mais valias únicas para intervir na saúde pela sua qualificação, capilaridade, tecnologia e acessibilidade à população.

Portugal precisará cada vez mais da Farmácia e do Farmacêutico. E nós vamos estar sempre à altura!

– Dr. Duarte Santos

Testemunho de Sílvia Miguel

É muito difícil descrever a minha experiência na LisbonPH. Deu-me muitíssimo mais do que alguma vez esperava. Vou tentar.

Na minha candidatura para a LisbonPH lembro-me perfeitamente de ter dito que teria muito mais a receber e a aprender do que eu conseguiria retribuir na altura, e assim foi.

A LisbonPH é das melhores opções que podes tomar no teu percurso académico/profissional, dá-te uma segunda casa e uma segunda família. Sempre com o mote presente de trabalhar “pelo desenvolvimento do profissional de Saúde do futuro empreendedor, criativo e multidisciplinar”, na LisbonPH trabalhas afincadamente para acrescentar valor ao setor da Saúde. Tens a oportunidade de fazer projetos disruptivos, com e para outros profissionais de Saúde, professores, colegas, instituições e empresas de renome. A LisbonPH procura acrescentar valor ao mercado de trabalho não só pelos serviços prestados, mas também através da formação dos membros, com o intuito de adquirirem ferramentas para corresponderem às exigências dos seus serviços tal como proporcionar a aquisição de competências que os tornem melhores profissionais aquando do ingresso no mercado de trabalho. Para além das soft e hard-skills adquiridas, a LisbonPH tem uma estrutura organizacional e dinâmica semelhante a outras empresas, o que é uma mais valia para quem quer ter o seu primeiro contacto com uma mecânica de trabalho mais profissional.

Concomitantemente, tens a oportunidade de fazer parte do Movimento Júnior que contempla mais de 40.000 Júnior Empresários de várias partes do Mundo e dá-te uma visão mais holística do mundo empresarial que se encontra cada vez mais globalizado.

Mas a LisbonPH não foi só trabalho. Foi fazer grandes amigos, foi conhecer excelentes pessoas, foi conhecer estudantes de outras faculdades e de outros países, foi fazer noitadas, foi conhecer outras cidades e foi conhecer outros países. Na minha opinião, podes fazer muito na faculdade, mas a parte humana é tão ou mais importante que a profissional e há poucos projetos que te possam dar tanto, tão bom e em tão pouco tempo como a LisbonPH o faz.

Durante o meu percurso na LisbonPH tive a oportunidade de presenciar um crescimento exponencial. Idealizado por muitos, questionado por outros, todas as variáveis inerentes ao crescimento de uma Júnior Empresa foram surpreendentemente ultrapassadas, o que culminou com várias distinções, quer a nível nacional, quer a nível internacional, que reconheceram o trabalho desenvolvido por todos os que já contribuíram para o sucesso da LisbonPH. E que orgulho foi lá estar. Não tenho qualquer dúvida que este crescimento poderá continuar por isso candidata-te e uma coisa te garanto – não te arrependerás!

– Sílvia Miguel, Ex-Presidente da LisbonPH

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.